Por mais cristãos disruptivos

Por mais cristãos disruptivos

Somos muitos cristãos espalhados pelas Américas, porém, não são muitos que resolvem aplicar sua fé ao mundo real. Poucos resolvem falar sobre o hoje, discordando daquilo que se opõe aos ensinos deixados por Cristo Jesus. Poucos jogam sobre a mesa toda incoerência dos nossos dias, assim como toda irrelevância de nossa prática litúrgica. Os poucos que jogam, se jogam aos lobos e também aos lobos vestidos de cordeiros dentro de nossas igrejas.

Martin Luther King foi um destes que se lançou na voragem e confrontou os erros de sua época, pagando caro por ser um cristão “disruptivo” na igreja e no mundo.

Oremos para que possamos ser e formar mais cristãos disruptivos como ele, para que a voz profética da igreja soe alto contra esses dias incoerentes nos quais lançamos milhões de dólares ao espaço e matamos uns aos outros por uma diferença de pigmentação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *